David Gilmour no Brasil – Show inesquecível

by on

Sabe quando você decide ir realizar um sonho de quem você ama? Tenho feito muito isso ultimamente. Primeiro foi levando meu namorado para conhecer a banda Dias de Truta (que por sinal, vamos passar o ano novo com eles também) e neste mês de dezembro levei meu namorado para o show do David Gilmour, em São Paulo.

O palco do Show do David Gilmour possui muita iluminação que possui vários efeitos, principalmente com as luzes que ficam ao redor do círculo atrás dele. Inesquecível! - Foto: Mercury Concerts
Foto: Mercury Concerts

INGRESSOS PARA O SHOW DO DAVID GILMOUR BRASIL

O dia da compra dos ingressos foi bem complicado, a fila estava enorme no site e acabamos comprando duas vezes dois ingressos (facada). Avisamos ao cartão e ficamos apenas com um par de ingressos. Meu namorado participou da maior parte de tudo eu fiquei realmente de camarote, só observando ele organizar a viagem dos sonhos dele.

VIAGEM PARA SÃO PAULO – SHOW DO DAVID GILMOUR BRASIL

O destino hoje é São Paulo para ver o show do #DavidGilmour ♡@danielgregory #LivroaDiarioDaAninhaCarvalho

A photo posted by Aninha Carvalho (@diariodaaninhacarvalho) on

Fomos na companhia também da prima do meu namorado e do noivo dela. Ficamos em um hotel no bairro Higienópolis em São Paulo. Para chegar até lá fomos de avião até o aeroporto de Guarulhos, pegamos um ônibus até estação, pegamos o metrô e descemos alguns quarteirões do Hotel Higienópolis. Como já tinha passado da hora do almoço, fomos até o Shopping Pátio Higienópolis (e que shopping, uau!) e depois voltamos pro hotel para nos arrumarmos para o show do David Gilmour.

Foi o segundo show do David no Brasil, mas era para ser o primeiro. Quando os ingressos para o dia 12/12 foram esgotados, eles abriram um novo dia. O problema é que foi num dia anterior ao primeiro. Abriram no dia 11/12. E quem comprou achando que seria o primeiro show dele no dia 12,ficou bem chateado. Mas, vamos pensar que dia 11 foi apenas um ensaio, o top mesmo foi no sábado.

Mais uma pra contarmos para as nossas crias. Obrigado por acompanhar minhas loucuras <3

A photo posted by Daniel Gregory (@danielgregory) on

 

PODE LEVAR MOCHILA PRO SHOW DO DAVID GILMOUR NO BRASIL? YES!

50 mil pessoas no estádio aguardando o Show do David Gilmour no Brasil - Foto: Mercury Concerts
Foto: Mercury Concerts

Descobrimos que poderíamos levar uma mochila com comida para o show, o que não poderia entrar eram bebidas. Então o que fizemos? Sabe aqueles sanduíches do Mc Donald’s que ficam em promoção (aqueles menos de 6 reais cada)? Compramos 4 para cada casal. Antes do início do show comemos um e no intervalo do show, outro. Sim, teve intervalo. O show do David Gilmour foi o maior que eu já viu. E o mais cheio de efeitos de iluminação também.

Não tem como expressar o quão bom foi o Show do David Gilmour, acho que as 50 mil pessoas presentes sabem bem o que estou sentindo. E ainda mais o que meu namorado sentiu. Emoções assim são para contar a vida inteira. DAVID GILMOUR, ESTAMOS COM SAUDADES <3

Quem também marcou presença no show do David Gilmour foi o Saxofonista brasileiro de apenas 20 anos, João de Macedo Mello. - Foto: Mercury Concerts
Quem também marcou presença no show do David Gilmour foi o Saxofonista brasileiro de apenas 20 anos, João de Macedo Mello. – Foto: Mercury Concerts

COMO FOMOS EMBORA DEPOIS DO SHOW DO DAVID GILMOUR

Na volta tivemos que sair bem cedo do hotel, acordamos 4:30, sendo que chegamos lá quase 2 horas. Voltamos a pé do estádio. Os taxistas foram os mais sacanas possíveis. Estávamos em um grupo com 8 pessoas (o irmão do noivo foi e levou mais um casal). O nosso hotel ficava há 3 km do estádio e eles queriam pegar “peixe grande”. Acho uma sacanagem fazerem isso. É o trabalho deles, ok. Mas deveriam estar a serviço da população. Se achássemos um Uber próximo, com certeza, ele nos levaria sem maiores problemas. Claro, em dois carros.

Então, tivemos que ir andando pro hotel e nesse caminho todo quase não vi nenhuma segurança. Não haviam policiais nas ruas. Apenas uma viatura e um que nos deu a informação de que era melhor seguir pela avenida. Uma falta de organização tamanha se comparada ao número de pessoas que estavam presentes naquele estádio. 50 mil pessoas precisam de segurança para voltar pra casa. Please, São Paulo, que organização foi essa?

De volta ao Hotel

O pior de tudo foi que tivemos que seguir um dos maiores quarteirões até lá no escuro, porque ele estava sem luz. Covardia, né? Mas pelo menos, conseguimos chegar inteiros no hotel. Acordamos poucas horas depois de um cochilinho e fomos nos arrumar para a viagem. Chamamos um Uber e fomos até o aeroporto de Guarulhos.

Lá a viagem seria bem cansativa. Não havíamos dormido nada e eu passei a maior parte do tempo de olhos fechados. A volta seria mais complicada. O nosso vôo tinha escada. Primeira parada: Rio de Janeiro. Depois: Belo Horizonte. Uma volta sem necessidade, ao passo que fomos de BH>SP com apenas um avião na ida. Mas, valeu a experiência de conhecer mais um aeroporto (que?).

Voltamos para BH no domingo, cheios de histórias para contar. Agora eu posso dizer: já ouvi David Gilmour cantar <3 Será que virei fã também?

Você foi ao show? Queria ter ido? Mande nos comentários!

Beijos,
-Aninha Carvalho

You may also like

Leave a Comment

Your email address will not be published.

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

Translate »