Devious Maids: série com preconceito, prostituição e mentiras

by

Nos últimos meses eu tinha três séries como as minhas preferidas (Pretty Little Liars, The Walking Dead e Gossip Girl), mas não é que acabei encontrando mais uma? A série da vez é Devious Maids, que em português pode ser traduzida como “amas demoníacas”, sendo amas um sinônimo de empregadas, já em Portuga, a série é conhecida como Criadas e Malvadas.

Devious-Maids-serie-resenha

Devious Maids x Pretty Little Liars

Preciso confessar: odeio as mini sinopses da NetFlix e com certeza a dessa série, apesar de ser ruim, fez com que eu me interessasse mais em assistir a série (O motivo de não ter curtido a sinopse, foi que ela mostra que a série será de um jeito, mas não é bem isso que acontece). A descrição dela no aplicativo é basicamente assim “cinco amigas empregadas que tem suas vidas modificadas após uma delas ser assassinada”. Lembrou algo? Sim! Tirando a palavra “empregadas” ficou basicamente uma descrição de Pretty Little Liars. Foi exatamente por isso que comecei a assistir.

devious-maids-pretty-little-liars-compracao-resenha-serie

Antes de tirarem conclusões precipitadas já vou adiantar alguns detalhes. Os atores que interpretam a mãe e o irmão de Alison DiLaurentis estão no seriado e, acredite se quiser, uma das primeiras namoradas (durante a série) do irmão da Ali é justamente uma garota loira que possui o nome de Allison, mas com duas letras “l”. OK. Tirando as “coincidências”, a mãe de Ali apenas aparece nas primeiras cenas da série e até o final da primeira temporada (é sobre sobre a primeira temporada de Devious Maids que estou falando nessa postagem).

A história começa justamente com a cena do assassinato, não completamente exibida, se não perderia toda a graça da primeira temporada, que gira, justamente, em volta da questão: “Quem é o assassino?”

Trama da série Devious Maids: quem é o assassino?

A história ao redor do assassinato inicia quando a mãe do garoto culpado, chamada Marisol, resolve buscar uma prova para inocentá-lo. Para isso, ela resolve mentir ser uma empregada e se junta às outras quatro, amigas da que morreu, para conseguir ainda mais informações sobre a empregada assassinada. A questão é que nenhuma delas quer falar sobre o assunto e o que resta à mãe é fingir ser uma delas e conseguir respostas trabalhando com as pessoas que tenham relação com a empregada morta.

Quem ajuda a mãe, interpretada por Ana Ortiz, é a advogada contratada para o caso. Juntas elas tentam buscar pistas que cheguem ao culpado. Nessa busca elas acabam descobrindo um grupo de homens ricos e poderosos que estão envolvidos com a prostituição e o pior, é que um deles guarda todas as provas na própria casa, ou, melhor dizendo, mansão.

Preconceito na série Devious Maids

O interessante dessa série é que deixa em evidência um fato recorrente quando se trata de se mudar de país: a corrida atrás dos sonhos e a procura por melhores condições de vida. A contraposição de culturas envolvem Mexicanos, russos, estadunidenses, porto-riquenhos, dentre outros. Mas as línguas em foco são espanhol e inglês.

A contraposição entre ricos de Bevelly Hills e pobres é sempre colocada em cheque diversas vezes ao longo da série. Não pense que essa distinção é apenas realizada pelos trabalhadores, muito pelo contrário, os próprios empregados se sentem e agem como inferiores, mesmo quando não são tratados assim.

Devious_Maids-serie-resenha

Além disso, uma das empregadas, a Zoila, possui uma filha, chamada Valentina, que trabalha na mesma casa e é apaixonada pelo filho da patroa. Consegue imaginar a confusão? O que nem podemos imaginar é que essa é a patroa mais tranquila de todas em relação à diferença entre ser o dono da casa e o empregado.

Em uma das frases de Susan Lucci, a patroa, ela revela para Valentina, interpretada pela lindíssima Edy Ganem, que ser empregada é algo que ela faz, não que ela é.

A mãe da garota, interpretada por Judy Reyes, sofreu quando o irmão da patroa a deixou por uma mulher da mesma classe social dele. Agora, ela não quer que isso aconteça com a filha dela.

Drogas na série Devious Maids

A série ainda retrata algo bem discutido há uns anos que são as drogas. O filho de uma das patroas já teve problemas com drogas e foi internado, mas teve uma recaída após a namoradinha Allison lhe apresentar a sua ruína da adolescência, a cocaína. A futura namorada, Valentina, descobre a situação, tenta ajudá-lo e ele vai para uma reabilitação.

Prostituição na série Devious Maids

Outro detalhe importante é notar um grave alerta exibido na série, que parece um pouco com o que acontece no filme Babysisters de Luxo (relembre um pouco do filme com a música trilha sonora) mas que retrata a busca de homens ricos e poderosos por mulheres para que possam satisfazer os prazeres de amigos por dinheiro, sim, prostituição.

Ambição na série Devious Maids

roselyn-guys-devious-maids-serie-resenha

Quem aí sonha em ser uma cantora famosa e não perde tempo em correr atrás disso, se identificará com a ambiciosa empregada chamada Carmen, interpretada por Roselyn Sánchez.

No início da série ela decide trabalhar na casa de um famosos cantor de Salsa, para conseguir um tempinho de mostrar o álbum que fez e assim conseguir um pulo rumo ao estrelado. Mas esse caminho pode ficar bem prejudicado depois que conhece os mordomos da casa.

Um dos mordomos está perdidamente apaixonado por ela, desde a seleção de empregados e confessa isso revelando que subitamente apenas o currículo dela sobreviveu a um desaparecimento em massa de papéis.

O que quase ninguém sabe é que Carmen está mais preocupada em correr atrás dos seus sonhos do que depender do amor de um homem para ser feliz. O problema é que essa decisão começa a ficar mais complicada quando decide ficar com o mordomo. Agora ela precisa tomar uma decisão instantânea: ser famosa ou namorar com ele?

Imigrantes na série Devious Maids

dania-devious-maids-w724

Uma das histórias mais comoventes na série é a da emprega  Rosie, que deixa o filho no país em que morava para tentar uma nova vida em Bervely Hills. Podemos notar claramente o quanto a patroa não está nem um pouco preocupada com a situação e com a tal tristeza da empregada que não consegue trazer o filho para morar com ela.

A história começa a piorar quando Rosie nota que a patroa está traindo o marido com outro. E se a empregada se meter pode acabar com um casamento ou até conseguir fazer o seu próprio. Isso mesmo, o marido acaba criando laços bem fortes com a empregada e isso ainda dará muita confusão, vai por mim…

Nossa, acabei de notar que se for para contabilizar todas as discussões apresentadas na série, ficarei aqui até semana que vem!

Se ficaram curiosos com a história, a primeira e a segunda temporada já estão disponíveis na NetFlix. A série Devious Maids é uma releitura feita por Marc Cherry da série Mexicana “Ellas son…la Alegría del Hogar”.

Separei um vídeo do trailer da série para que vocês!

Já assistiram Devious Maids? O que acharam da série? O que eu achei mais interessante foi que conseguiram finalizar a tal descoberta de quem é o assassino ao final da primeira temporada, ou será que vira um PLL (Pretty Little Liars) da vida e nunca saberemos de fato a verdade? Mandem as ideias nos comentários!

Beijos,
Até a próxima dica de série!

-Aninha Carvalho

Siga o Diário da Aninha Carvalho nas redes sociais: Twitter Aninha & Twitter Diário | Instagram | Facebook | Pinterest – SNAP: aniinhac18

No Comments Yet.

What do you think?

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *