O Filme Dude tem mais pontos negativos que positivos. Entenda o porquê

by on

Agora confesso que estou curiosa para assistir novos filmes e séries em que as atrizes de Pretty Little Liars estejam no elenco. Dessa vez, resolvi assistir o filme Dude, que estreou no dia 20 de abril na Netflix.

Após assistir Dude, resolvi reunir os pontos negativos que mais marcaram ao longo da trama: estupro que não foi revelado, comportamento infantil e até uso de drogas. Comentei sobre todos eles abaixo. Confira!

Possui spoilers

Lucy Hale faz a parsonagem principal do filme: Lily

O filme traz como personagem principal a atriz Lucy Hale, interpretando Lily, uma adolescente que quer ter controle sobre tudo ao seu redor. Ela possui três amigas inseparáveis que estão ao seu lado em todas as festas e, claro, até para entrar numa vibe. Isso porque durante todo o filme elas estão usando drogas.

Dude Filme netflix

Filme Dude: discussões propostas

O filme Dude aborda diversas temáticas tais como o velho clichê de último ano do ensino médio, escolha da universidade e sobre o amor. No caso do amor, o filme trouxe a paixão de Lily morrendo logo nos primeiros minutos de filme.

Thomas, interpretado por ninguém menos que Austin Butler, está no último ano da escola também e prestes a ir morar em outra cidade por causa da universidade em que passou. Ele é irmão de uma das amigas de Lily, a Chloe.

Apesar de Chloe ser uma das melhores amigas de Lily, ambas parecem nunca ter conversado sobre o romance entre ela e Thomas. O que me pareceu bem infantil da parte de ambas as meninas.

Isso porque é como se Lily estivesse reprimindo a todo momento o que ela sente por Thomas e Chloe nem ao menos se desse conta disso, ou fingia muito bem não se importar. O mesmo com Thomas que pareceu não correr atrás do que sentia por Lily.

Apesar disso, parece que é um consenso entre as meninas que Lily é apaixonada por Thomas. Mesmo que nenhuma delas incentive ou fale a respeito antes da morte do garoto.

Controladora e impaciente: Lily poderia ser classificada assim

Toda a confusão do filme inicia a partir da morte dele, já que Lily começa a tentar fazer as amigas se sentirem melhor a todo instante, mas, diferente do que se imagina, a maior preocupação dela é consigo mesma e não com as meninas.

Parece que Lily tenta colocar na cabeça que está ajudando as amigas, quando, na verdade, é ela que tem medo de seguir em frente e encarar a vida sem Thomas. E quando Lily descobre que Chloe quer ir para uma cidade diferente da que elas planejaram para fazer a universidade, ela fica completamente irritada e acha que ninguém liga para ela.

Sabe aqueles amores tóxicos em que o homem (ou a mulher) sempre tenta controlar e dizer o que o outro deveria fazer, sempre deixando de lado as vontades do outro? Exatamente o que Lily começa a fazer com suas amigas e olha que chega a ficar completamente na cara que o que ela mais precisa ali é de atenção.

Em diversos momentos do filme é possível perceber Lily como alguém carente. Como alguém que precisa estar rodeada de amigas ou de atenção. Mesmo que isso seja o que ela menos expressa.

Imagine que ela quer cuidar de todo o baile sozinha e age como se fosse a Ali de Pretty Little Liars, sempre andando na frente do grupinho. É perceptível isso quando ela está vendendo os ingressos para o baile e percebe que, apesar de todos os esforços para organizá-lo, ninguém está interessado em ir.

Lily é estuprada, mas a temática não é levada à sério no filme

Outro momento marcante do filme Dude, e que não foi muito aproveitado, aconteceu quando Lily estava na festa e sua amiga Chloe conta que não irá ao baile por causa de um encontro numa universidade. Ela fica com tanta raiva que a primeira coisa que deseja fazer é sumir. Ou, tentar fazer com que as amigas dela notem sua falta e a procurem.

O lado ruim foi que ela escolheu o cara errado para fugir. Ao chegarem no segundo andar da casa, eles começam a se beijar e mesmo ela dizendo que não quer fazer sexo com ele, ele tira a calcinha dela e a estupra. Sem entender direito a situação, ela vai ao banheiro e depois desce para procurar por suas amigas e adivinha? Elas tinham ido embora sem ela.

No dia seguinte Lily não contou tim-tim por tim-tim do que tinha rolado no segundo andar da festa para suas amigas, isso porque o que mais importava para Lily era o fato delas terem deixado ela sozinha por lá.

Confesso que fiquei aguardando ela perceber que não tomou nenhuma pílula do dia seguinte e que em nenhum momento mostrou uma cartela de anticoncepcional. Já que fiquei sem saber se o homem que subiu para o quarto com ela teve tempo de colocar uma camisinha, mas pareceu que não. Estava aguardando ela dizer que estava grávida ou algo assim, mas isso não aconteceu também.

Toda as amigas possuem algum problema

As outras três amigas também possuem dores diferentes. Imagine que a Chloe apesar de ter perdido o irmão, também estava indecisa sobre a faculdade, já que a que ela se candidatou demorou muito para responder e preferiu não perder tempo, por isso se candidatou para outra.

Ela parece ser muito mais amiga de Lily do que as outras duas, Rebecca e Amelia, isso foi mostrado de uma maneira bem estranha ao longo do filme Dude. Até porque eu acredito que a amizade delas seria muito melhor aproveitada se ambas tivessem se misturado mais. Lily ficava o tempo todo atrás de Chloe e as outras duas juntas. Pareciam mais dois grupos de amigas do que apenas um. Eu sei que em um grupinho outras pessoas terão mais afinidade juntas que outras, isso é possível. O problema é que, para o que o filme queria mostrar, parecia que elas não se interagiam tanto assim, sem ser nessa duplinha.

Rebecca estava mais preocupada em conseguir um financiamento estudantil para entrar na universidade, já que os pais dela não pensaram sobre isso antes. Por isso, ela lê livros sobre o assunto na biblioteca da escola.

Outro ponto dela é que acaba se apaixonando pelo professor. Ele tem 24 anos e, como ele mesmo se refere, com mentalidade de 20 (ou menos). Quando as meninas formam, Rebecca apresenta a mãe para ele.

Para finalizar, Amelia está com os pais em fase de separação e não aguenta mais a briga entre os dois. Além disso, tem um crush por um cara que não liga tanto assim para ela. Vemos algumas cenas do filme em que Lily precisa segurar a amiga para que ela não bata no garoto por ele ter ficado com outra perto dela.

Pais interferem e muito no amadurecimento dos filhos

Fora isso tudo, algo que me impressionou muito foi eles retratarem também que o modo como os pais agiam inteferiu diretamente no modo como aqueles adolescentes eram. No caso de Lily, por exemplo, ela foi criada por muitos anos sem o pai, depois o amor da vida dela morreu e logo em seguida as amigas iriam para outra cidade estudar, era como se todos a abandonassem.

A mãe dela não conta aos outros dois filhos que é fumante, algo que passa a ser sem sentido, a partir do momento que Lily demostra ter mais responsabilidade com seus irmãos do que a própria mãe.

Uso de drogas mostrado de forma exagerada

Por último, mas não menos importante, uma das coisas que mais me deixou irritada ao longo do filme Dude foi o uso das drogas. Acredito que já deixei claro aqui no blog algumas vezes que sou contra qualquer uso desde um cigarro de palha até uma droga ainda mais pesada. Isso porque eu acredito que isso só traz prejuízos.

No filme Thomas morre após uma noite totalmente drogado em que dirigiu depois. Nada disso foi comentado, mas fica no ar uma situação que nem é repensada pelas meninas, que dias depois já estão fumando dentro do carro antes de ir para a aula.

E, não sei se vocês sabem, mas fora do país, pelo menos no Canadá, existem diversas campanhas contra dirigir high, que significa drogado. E adivinhem? É o que as meninas mais fazem ao longo do filme.

Para finalizar, não acredito que Dude seja um filme que traga boas influências para adolescentes e muito menos que seja um primor de conteúdo educativo. Não que todos os filmes precisem ser, mas passa uma ideia errada sobre o uso de drogas. Que, com certeza, não deveria ser incentivada em lugar nenhum.

Não estou aqui para dizer quais filme vocês deveriam assistir ou não, estou aqui realmente para expor a minha opinião. Isso porque acredito que as experiências que temos na vida e que assistimos em filmes e séries trazem aprendizados para o dia a dia. Imagine que mais de 90 milhões de espectadores vão ao cinema todos os anos* e somente a plataforma da Netflix no Brasil já tem mais de 6 milhões de assinantes**.

Por isso, acredito que os conteúdos podem sim influênciar tanto para o bem quanto para o mal. Só queria expor minha opinião e fazer vocês pensarem mesmo sobre o que é realmente bom para a sua vida e saber filtrar, sabe?

Essa é a minha opinião sobre o filme Dude, espero que tenham curtido e, claro, que mandem o que acharam do filme nos comentários.

Até o próximo post
Beijos!
-Aninha Carvalho


*Dados de 2015 divulgados pelo site G1 na notícia – Público de salas de cinema no Brasil cresce 12% no primeiro semestre

** Dados de 2016 divulgados pelo CanalTech na notícia – Base de usuários da Netflix no Brasil dobra em um ano 

You may also like

Leave a Comment

Your email address will not be published.

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

Translate »