Visto canadense: Entenda como tirar o eTA

by

O eTA é uma sigla em inglês que significa “autorização eletrônica de viagem”. Como o próprio nome já sugere ela é uma “autorização” de que você está apto a entrar no país de destino. Não será algo físico como o visto em que há um adesivo colado no passaporte. Por isso, o fato de ser eletrônica. Outro ponto importante é que ela restringe o seu modo de entrada no país. Sendo assim, você só poderá usar o eTA caso entre no país de avião.

Vai fazer intercâmbio ou viajar para o Canadá? Então aposto que já viu as milhares de notícias falando que os brasileiros não precisariam mais de visto, certo? Pelo visto você ficou animado, mas não faz a mínima ideia de como funciona. Pode ficar tranquilo que separei um conteúdo especial para te explicar sobre essa nova modalidade de visto canadense, chamado de eTA. Essa sigla significa “autorização eletrônica de viagem” e não é todo mundo que pode aplicar, não. Por isso, hoje vou te explicar se você está ou não entre os casos aplicáveis.

Assista ao vídeo primeiro. Nele eu tirei várias dúvidas e expliquei de forma bem rápida o que é e como funciona o eTA.

Será que posso me aplicar ao eTA?

O primeiro passo antes de preencher o formulário do eTA é notar se possui ou não um dos requisitos básicos. Sendo eles:

  1. Ter um visto americano válido de qualquer tipo ou
  2. Ter tido um visto canadense aprovado há até 10 anos, de qualquer tipo também.

Se você se encaixa em pelo menos um dos casos, já pode tentar o eTA. (Faça o teste aqui)

Se você ainda está em dúvida se seria o eTA a melhor opção para você, vale acessar ao site do governo canadense. Lá você encontrará um teste capaz de te informar se você está apto ou não para se aplicar ao eTA.

O que preciso para me aplicar?

Como você precisa, necessariamente, ter tido ou ter um visto aprovado tanto para o Canadá quanto para os EUA, você precisará ter em mãos o papel com a aprovação do visto. Ter também o seu passaporte e um cartão que faça transações internacionais.

Tem uma página que explica detalhadamente o que você precisará durante o processo, vale a pena dar uma olhada antes.

Como faço para tirar o eTA?

Quando for se aplicar ao eTA você precisará preencher um formulário com seus dados e responder algumas perguntas solicitadas nele. Para facilitar a nossa vida, o governo canadense disponibilizou um arquivo (em português também!) que explica detalhadamente o que eles querem saber em cada campo do formulário.

Então, o ideal é ter em mãos todos os documentos, o guia e o cartão de crédito internacional para não ter nenhum erro enquanto se aplicar ao eTA.

Quando custa?

Se enquanto para tirar o visto é preciso pagar mais de R$300, o eTA é uma forma muito mais econômica para garantir a entrada em outro país. O eTA custa C$7 (7 dólares canadenses), menos de 20 reais atualmente. Lembrando que a cotação do dólar canadense é diferente da do dólar americano. Geralmente, muito mais barato que ele em reais.

Demora para tirar o eTA?

Enquanto que para o visto convencional você demoraria até 20 dias úteis para saber se o seu visto foi aprovado ou não, no eTA são apenas algumas horas.

Se eles avaliarem que precisa de mais alguma informação, eles entrarão em contato com você por e-mail. Mas também, há um ponto negativo.

Enquanto no visto convencional podemos tentar a aprovação quantas vezes forem necessárias, no eTA isso não acontece. Por isso, é essencial responder todas as perguntas com atenção, talvez você não tenha a chance de corrigir um erro.

Vale a pena tirar o eTA?

Sem sombra de dúvidas, se você se enquadra dos casos, será muito mais simples e prático tirar o eTA. Além de ser mais rápido e econômico. Quando estamos planejando uma viagem, ainda mais para o exterior, o que mais queremos é economizar. Então, o eTA surgiu para facilitar isso ainda mais.

Mas será isso não dificultará na hora de tirar o visto americano ou canadense?

Talvez possam melhorar a fim de dificultar a entrada tanto de turistas quanto de imigrantes no país. Mas isso não é certo. Mas óbvio que todos os anos a tendência é ficar ainda mais difícil de entrar nestes países. Principalmente devido a essa nova forma de ingresso que veio para facilitar. Por isso eles precisam dar um jeito de controlar de forma efetiva essa entrada. Logicamente, será pela retirada do visto convencional.

Eu preciso imprimir a autorização de viagem?

Você não precisa imprimir e levar para a viagem, porém seria a maneira mais segura de garantir que fez o processo e passou.

Não há necessidade devido ao fato de ser digital. Mas andar prevenido é o melhor que tempos a fazer. Então, ou imprima ou deixe o pdf da autorização salvo em seu celular.

E se meu for negado?

Se o seu eTA for negado, será preciso entrar com o visto. Isso é um dos pontos ruins do eTA. Caso você tenha o eTA negado, não poderá aplicar mais nele.

Enquanto isso, no caso do visto, você pode tentar até conseguir, mesmo que isso demore algum tempo. Mas uma hora ou outra, mudando uma documentação ou acrescentando, você conseguirá o visto.

Espero que tenha curtido o conteúdo de hoje. Se tiver mais alguma dúvida é só mandar nos comentários!

Farei mais conteúdos sobre intercâmbio e viagens internacionais para vocês. Espero que curtam. Mandem alguma sugestão de tema que queiram ver por aqui.

Percebeu que não pode tirar o eTA, então é só começar o processo para tirar o visto convencional. Mas eu tenho uma promoção para você: que tal 10% de desconto?

Até o próximo post,
Beijos,
-Aninha Carvalho

No Comments Yet.

What do you think?

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *