7 dicas na hora de escolher apartamento em BH

by on

A busca por um apartamento em BH pode ser muito emocionante, se soubermos por onde começar. Eu e meu noivo buscamos por um apartamento para mudarmos este ano e adivinha? Tivemos algumas dificuldades e acertos, por isso resolvi compartilhar toda a minha experiência por aqui.

Desde que decidimos morar juntos, estamos buscando em sites de aluguel o apartamento ideal. O único problema é a distância dos locais para o meu trabalho, além de claro, pensarmos em locais que facilitem a nossa vida tanto na limpeza quanto na compra de móveis.

Reuni 7 dicas que fizeram toda a diferença na hora de alugar um apartamento em BH. Confira!

1. Quanto deseja gastar mensalmente?

Quando se quer alugar um apartamento, deve se ter em mente que não se aluga um apê sem pagar também o condomínio e até o IPTU do imóvel. Por isso, toda essa conta deve entrar no meio na hora de se programar.

Os apartamentos mais incríveis que achamos e espaçosos eram mais de 2 mil reais por mês, no mínimo. Como não tínhamos toda essa grana para arcar todo mês, já que ainda teríamos que pagar conta de luz, água, gás, telefone e internet, resolvemos diminuir a busca para imóveis com um valor total de até R$1.500.

2. Qual bairro escolho para me mudar?

Eu e meu noivo ficamos com muitas dúvidas quanto ao melhor bairro para se morar em Belo Horizonte. Isso porque a escolha passa longe de ser simples. É preciso pensar em tudo ao redor do bairro e se estar naquela localização vale realmente a pena.

Existem bairros em Belo Horizonte ditos como nobres, mas que, se fizermos as contas no final do mês, sairão muito mais caros que os bairros vizinhos a eles.

Por isso, se você quer morar em uma localidade porque curte a vida noturna do local, como é o caso da Savassi, em Belo Horizonte, precisa colocar no papel se os custos com sacolão, supermercado e condomínio valerão a pena naquela região.

3. Até quanto vale a pena gastar com condomínio?

Sei que a palavra gastar ficou um pouco pesada neste sentido, até porque os condomínios precisam ter segurança, limpeza e uma boa iluminação. Neste sentido, não são simplesmente gastos, são investimentos. Porém, quando se busca um apartamento é preciso sim pensar até que ponto vale a pena investir em um condomínio luxuoso.

Tem um site de buscas por aluguéis, chamado Zap Imóveis, em que você estipula o valor que quer pagar no aluguel, mas não consegue incluir o valor do condomínio nele. Por lá, já vi diversos apartamentos que são muito baratos, mas que o valor do condomínio era muitas vezes mais que a metade do aluguel.

Dessa forma, é preciso colocar na balança até que ponto é importante para você ter academia, piscina, salão de festas e até porteiro no prédio. Sei que isso é uma questão de segurança, mas, no final do ano, o condomínio até aumenta um pouco para pagar o décimo terceiro do porteiro, por exemplo.

Ter elevador no prédio também aumenta e muito o preço do aluguel. Por uma questão de comodidade até para levar as compras e os móveis, vale a pena pagar a mais por ele.

4. Precisa de vaga na garagem?

Já consegui encontrar apartamentos incríveis, mas que não tinham garagem. Isso é uma questão que precisa estar de olho também. Se está em busca de um apartamento no centro de Belo Horizonte, então, mais ainda.

Enquanto estávamos na busca pelo apê ideal, o centro passou por nossas cabeças e adivinha? A maioria dos apartamentos, além de muito velhos e de pouca qualidade, não tinham vaga na garagem.

No site Viva Real – o que usamos para encontrar o nosso apartamento em BH – tem como acrescentar nas buscas que precisa de uma vaga (ou mais), o que já facilita bastante.

Vale analisar se a vaga é livre ou não. Isso também atrapalha muito na hora de ter facilidade para sair da garagem, já que sempre terá que ficar de olho no vizinho que ocupa a vaga da frente e estar disponível quando ele precisar sair também.

5. Todos os apartamentos precisam ser apertamentos?

Essa expressão é bem comum quando se procura por um cantinho. Isso porque os apartamentos atualmente são muito apertadinhos. Imagine que até para comprar encontramos apartamentos na planta de menos de 50 metros quadrados, isto é, minúsculos.

Isso com certeza foi um incômodo para mim na hora de encontrar o apartamento dos sonhos, já que sempre me esquecia de olhar a metragem. Achava o apê fofo e nem notava o quão pequeno ele era pelas fotos até ficar cara a cara com os 48 metros quadrados.

Para quem quer encontrar um apartamento em BH para morar sozinho, tudo bem. Para quem quer morar com o marido e filhos, pode ser que seja um tanto quanto apertado.

Na hora de observar as fotos no site, fique de olho naquelas fotos em que todos os cômodos parecem ser grande demais. Muitas vezes eles tiram as fotos com uma câmera capaz de deixar o ambiente maior. Isso nos engana muito na hora de escolher qual apartamento visitar. Então, para não se enganar, não tire o olho da metragem.

6. Até que ponto vale um apartamento antigo?

Quando começamos a olhar apartamentos, estávamos com todo um ambiente pensado na cabeça. O problema era que o que víamos na internet era algo totalmente diferente.

Em Belo Horizonte existem muitos apartamentos antigos, com armários velhos, banheiros sem armários e isso me deixava incomodada.

Na minha opinião, o sacrifício que terá para organizar todo o apartamento antigo, será em vão. Isso porque ao se alugar, o espaço não é seu, então todas as melhorias ficam apenas para o dono.

Se o dono topar diminuir o aluguel enquanto você arruma tudo, é uma coisa. Agora, se isso não acontecer, não vale a pena.

Então, o melhor mesmo é procurar por um apê que seja o mais “pronto” possível, isto é, que seja do jeito que pensou para não ter que modificar em nada as paredes ou armários.

Eu comecei a criar alguns parâmetros na hora de decidir qual apartamento iríamos visitar ou não.

O primeiro deles foi armários novos na cozinha, depois armários nos quartos e nos banheiros. Por último, fui deixando ainda mais afunilada a pesquisa, indo para apartamentos que tinham suíte e até pisos de porcelanato.

Dessa forma, conseguimos encontrar o nosso apartamento ideal em Belo Horizonte.

7. Encontrei meu apartamento em BH e agora?

Encontrou um apartamento que é a sua cara? Então, chegou o momento de entrar em contato com a imobiliária e marcar uma visita.

Se o apartamento for mobiliado, a visita provavelmente será guiada por um representante. Isso acontece porque a imobiliária precisa manter a ordem do local e a presença dos móveis por lá agora são de inteira responsabilidade deles.

Analise tudo no apartamento durante a visita

Durante a visita, será preciso analisar tudo. Observe a vista das janelas, se as janelas estão em perfeitas condições, se abrem direito e até se possuem algum vidro quebrado.

Nos banheiro e na cozinha observe os armários e abra as torneiras para analisar tudo. É preciso olhar também o vaso sanitário, algumas vezes eles precisam ser trocados por estarem trincados ou algo do tipo. Análise os pisos e note quebras marcantes. Análise fechaduras e possíveis problemas. Seja realmente um crítico!

Faça isso porque será preciso levar tudo em conta na hora de fechar o preço do apartamento. Já que o preço que você viu no site pode ser alterado agora.

Outro ponto, é observar a localização do local, veja se o apartamento está próximo de importantes vias de acesso, tais como Cristiano Machado, Contorno, dentre outras.

Hora de enviar a proposta

Assim, se você realmente curtiu o local, enviará uma proposta para abaixar o preço para a imobiliária. Com isso em mãos, eles entrarão em contato com o dono do imóvel e vão te retornar com a resposta. Essa parte da visita é importante porque muitas imobiliárias não te deixam propor preços menores sem você ter visitado o local.

Depois disso, aguarde a resposta e, se mudança de valor proposta foi aceita, chegou a hora de falar um SIM ou NÃO logo para a imobiliária. Se quer que este apartamento em BH seja seu, não adianta apenas dizer que quer. Será preciso dar entrada nos papéis de locação, com os fiadores e todos os documentos necessários.

Pode até ser que você veja nos noticiários que alugar ou vender imóveis esteja bem complicado. Mas, vai por mim, se você curtiu aquele, corre atrás MESMO! Isso porque a qualquer momento pode aparecer alguém interessado no seu imóvel e para ele fechar mais rápido que você com os documentos não custa.

Espero que tenham curtido as dicas de hoje sobre escolher apartamento em BH. Fique de olho que em breve terão mais dicas, só que dessa vez para decorar.

Ate o próximo post,

Beijos
-Aninha Carvalho

You may also like

4 Comments
  1. Edmilson 2 semanas ago

    Até quando se vai admitir que o inquilino tenha que arcar com o IPTU? Esse absurdo deve ser revertido, seja penalizando as imobiliárias que estipulam tal cláusula em seus contratos, seja transferindo esse ônus ao proprietário.

    Reply
    • Ana Clara Carvalho 2 semanas ago

      Eu também não achei certo, mas tem alguns lugares que cobram e outros que não.

      Reply
  2. Karem 2 semanas ago

    Que legal. Adorei as dicas. Também estou procurando por um imóvel em BH e é bem difícil mesmo.
    Dei preferência para casas, pois amamos cachorros e ele precisa de espaço. E colocando na ponta do lápis, aluguel de um AP + condomínio + IPTU era o preço de algumas casas que encontramos. O IPTU costuma ser mais caro, mas ainda estamos apostando na casa. A garagem também está sendo um ponto muito chato. Sempre encontramos um imóvel perfeito, mas que não tem garagem.

    Reply
    • Ana Clara Carvalho 2 semanas ago

      Nossa, difícil demais encontrar, né?
      Eu acho alugar casa mais complicado, tanto para viajar quanto pela segurança mesmo.
      Por isso nem pensamos em alugar uma casa.
      Garagem é chato mesmo, encontramos um apê lindo e depois descobrimos que não tinha garagem.
      E descobrimos da pior forma: fomos ver e a garagem simplesmente ficava em um lugar impossível de passar com o carro (e olha que é um carro pequeno!). Foi triste.

      Reply

Leave a Comment

Your email address will not be published.

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

Translate »