Livro: A fabulosa Terra de Lúmens, Tiago Leão Barbosa

by

a-fabulosa-terra-de-lúmens

Resenha: A Fabulosa Terra de Lúmens

Estou há um bom tempo lendo e analisando o livro “A Fabulosa Terra de Lúmens” de Tiago Leão Barbosa. Este é o primeiro livro de uma saga, logo, deixa um gostinho de quero mais, de quero saber o que aconteceu com os personagens. O próximo livro ainda não foi lançado, então ficarei com este sentimento por um tempo.  Mas vamos entender melhor o que acontece.

Sobre a história

O livro retrata a trajetória de três colegas de escola, Luísa, Bernardo e Milo, que na verdade não são muito amigos, mas acabam ganhando uma missão que só poderá ser resolvida quando eles entenderem o verdadeiro valor da amizade. A missão é num lugar chamado Lúmens onde só as pessoas de bom coração conseguem entrar (daí vem o título do livro “A fabulosa terra de Lúmens”). Antes do último dia de aula, Luísa percebe a presença de um arco e flecha e Bernardo nota a presença de uma espada escondidas em suas casas. Aquilo com certeza era estranho. E mais estranho ainda era pegar o objeto e conseguir usá-lo. Luísa pensa bem na possibilidade de contar o acontecido aos pais, mas assim como ela, eles com certeza não entenderiam.

Milo, diferente dos outros dois, nota uma luz incomum vinda do fundo das escadas do seu prédio, na garagem. Com o meu longo status de não assistir de jeito nenhum a filmes de terror, com certeza, fingiria que não tinha visto nenhuma luz. Mas não, parece que as pessoas ainda não entendem isso, então a curiosidade bate forte no peito e os leva até o local misterioso. Chegando lá, Milo se assusta ao notar que a luz vinha de um cordão e então depois de pensar que aquilo não seria fácil de se perder, resolve COLOCAR no pescoço. Pó, Milo, nunca viu “Senhor dos Anéis”, não? E se esse cordão fosse uma geração posterior ao anel e lhe fizesse mal? Nessas horas fico pensando que ou eu sou muito desconfiada ou o Milo é um verdadeiro tolo. Daí começam a aparecer coisas estranhas como uma parede inteira pintada com um campo, cheio de montanhas e céu azul. Milo, mais que depressa, se aproxima da pintura, o cordão começa a se esquentar em seu peito e resolve esticar a mão para dentro da pintura. E adivinhem? Passa para dentro dela! O mesmo acontece com Luísa e Bernardo que acabam parando em um local que não fazem a mínima ideia de onde seja.

Os primeiros a se encontrarem do outro lado foram Luísa e Bernardo, depois os dois acharam Milo. As aventuras começaram a ser mais intensas quando eles descobriram por que estavam naquele lugar. A princípio poderia jurar que a história era parecida com Nárnia, quando os meninos entram em um novo local pelo guarda-roupa, mas depois me deixei guiar pelo que Lúmens tinha de diferente de Nárnia e curti bem mais.

Sobre o livro

O livro é separado em dezessete capítulos que começam e terminam no mesmo local como se não saíssemos do lado dos três amigos em nenhum momento. Gosto de livros assim, mas ao mesmo tempo sinto uma monotonia em alguns capítulos. O interessante é que sempre rolam sustos do nada que fazem com que a história seja muito envolvente.

Minhas observações

No princípio poderia jurar que Milo era o próprio Tiago Leão Barbosa, perguntei isso a ele e respondeu “nossa, todo mundo pensa isso”. Não pensei nisso pelos atributos físicos dos dois mas pelo jeito de ser do personagem. E adivinhem? Assim como eu e boa parte dos escritores, os personagens do livro tem um pouquinho do autor também em “A fabulosa Terra de Lúmens”.

Por fim, gostaria de anunciar o meu desespero ao final do livro. É uma trilogia, como disse ao início, mas aperta o coração livros sem um final concreto. O que será que vai acontecer?

Já leram A Fabulosa Terra de Lúmens? Tem alguma dúvida sobre o livro? Mande nos comentários que enviou para o Autor respondê-las! Corre lá!

Beijos

Ótima semana do livro para vocês!

-A

No Comments Yet.

What do you think?

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *