Outono: Um ano inesquecível – O som dos sentimentos

by
um-ano-inesquecível-livro-resenha-blog-o-som-dos-sentimentos

Livro “Um ano inesquecível” escrito por Paula Pimenta, Babi Dewet, Bruna Vieira e Thalita Rebouças

Histórias de romances podem surgir independente de qual estação do ano estamos. O mais interessante nisso tudo é que a estação pode sim deixar o romance ainda mais impactante e nos fazer notar o som dos sentimentos.

Nunca imaginei que o outono pudesse trazer um climinha tão intenso assim até ler o segundo romance do livro “Um Ano Inesquecível”, chamado “O som dos sentimentos”, da carioca Babi Dewet.

É exatamente sobre essa segunda história que conversaremos hoje.

Para começar, gostaria de ressaltar que eu nunca havia lido nenhuma outra história da Babi Dewet e pude notar que ela se descreveu perfeitamente bem no livro ao ressaltar que é “amante de música”.

Isso porque na história “O som dos sentimentos”, como o próprio nome já pode nos relembrar algo, retrata justamente uma história de amor que se intensifica com os sons, com a tal música que a escritora diz amar.

outono-som-dos-sentimentos-um-ano-inesquecivel-babi-dewet

O Som dos Sentimentos

A história retrata o outono de João Paulo e Anna Julia. João é um jovem estudante de música e Anna estudante do ensino médio que está prestes a se formar.

Neste outono seus pais decidem colocá-la em um estágio de Direito, profissão que estimam para a filha.

Os dois personagens são completamente diferentes: João amante de música e ela amante do estudo.

Ao invés de escutar música, Anna prefere ouvir podcasts e João decide praticar canto e violão tocando na Avenida Paulista. Então como eles se encontram? O local escolhido por João Paulo para tocar era justamente em frente ao prédio do estágio dela.

Enquanto escutava e estava vidrada em seus podcasts, Anna nota a presença de João e depois de dias assim, acabam cruzando olhares e ali já começa a magia do amor e de toda história de romance.

Anna está cansada de todas as pessoas cantando a música “Anna Júlia” toda vez que descobrem seu nome, e ele, fica cada vez mais tempo pensando nela.

Anna começa a descobrir o significado e o quão bom é ouvir música e conseguir sentir o que ela expressa. Já João está atordoado com o fim do outono. O que será que a próxima estação reserva para eles? Uma decisão precisa ser tomada nesta estação que fará toda a diferença na vida dos dois.

A história é bastante envolvente, principalmente porque é possível ter a visão dos dois personagens sobre o que está acontecendo. O narrador não é um dos personagem, é em terceira pessoa.

Os personagens possuem capítulos distintos para o que acontece com eles e o que pensam a respeito. Assim, não possuímos a visão de apenas um personagem, como aconteceu na primeira história, “Enquanto a neve cair”, da Paula Pimenta. Ah! E o fofo do João ainda é mineiro, uai sô 

Uma das partes que achei sensacional foi o trocadilho realizado pela narradora bem assim: “Ele, sonhador, tinha medo de relacionamentos (não de sentimentos), e não podia enganar a garota mais bonita que já havia conhecido na vida. Ela precisava saber que o amor platônico que ele sentia era totalmente egoísta. Mas o que e como iria falar isso sem gaguejar, sair correndo ou sem começar a cantar? E se ela rejeitasse seu amor temporário e com data marcada para se tornar uma memória?” (p.167)

Outro detalhe importante do livro é o fato de que Anna só começou a dar realmente um sentido para a vida quando a levou com um pouco mais de calma.

Apesar de toda certinha com os estudos, a jovem é muito atrapalhada com seus horários. A partir do momento em que ela começa a tirar um tempo para ouvir música, ela começa a perceber que existe um mundo além estudo, um mundo além compromissos, um mundo além que pode ser muito mais aproveitado por ela do que imaginava. Um mundo que realmente vale a pena.

Amei perceber o quanto ela começou a mudar ao longo da história, seus conceitos de vida, seu modo de ser e de realmente ver a vida.

Ela cresceu neste outono, agora resta saber se conseguirá levar adiante esse amor que começou enquanto as folhas caíam.

O que acham da resenha do romance “O Som dos Sentimentos”? Já leram o livro? Mandem nos comentários.

Siga o Diário da Aninha Carvalho nas redes sociais: Twitter Aninha & Twitter Diário | Instagram | Facebook | Pinterest – SNAP: aniinhac18

No Comments Yet.

What do you think?

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *