Como se organizar para uma viagem de bate e volta?

by

Quem aí acompanha os vídeos do blog no YouTube já deve ter visto o vlog de viagem para o show do Green Day. Uma super viagem bate e volta apenas para assistir ao show. Por isso, eu tive a ideia de vir aqui e contar como é organizar uma viagem dessas para que tudo saia como planejado.

Vou deixar o vídeo abaixo para você acompanhar como foi a trip.

1. Por que você vai viajar?

O primeiro ponto é que viagens de bate e volta precisam ter um objetivo claro. Desde ir ao casamento de um amigo, até fazer uma prova de universidade, ir tirar visto americano até ir a um show. Como foi o meu caso.

Quando se tem uma razão e uma data pré-estabelecida para o rolé acontecer, fica ainda mais fácil. Dessa forma você consegue organizar os próximos passos de maneira mais tranquila.

2. Qual o melhor transporte?

Nem sempre viajar de avião será a solução dos seus problemas. Isso porque, dependendo do lugar que irá, as passagens podem ser bem caras e não compensará muito para uma viagem bate e volta. Apenas se você fosse ficar mais dias por lá.

No caso do show do Green Day, por exemplo, que aconteceria em outros estados, o essencial, antes de comprar os ingressos até, era observar em qual das cidades as passagens de avião seriam mais baratas. Por isso, escolhemos São Paulo.

Mas, quando não tiver essa escolha de qual estado seria melhor, opte sempre por ficar de olho em sites que consigam encontrar os melhores preços das passagens de avião.

Se está em dúvida sobre ser melhor ir de ônibus ou carro, vale pensar no que você fará na cidade destino. Isso porque, caso seja uma prova, por exemplo, você acabará cansando muito mais se for dirigindo até lá. Coloque na balança e veja o que é melhor para você.

Para ir ao show, também tínhamos a opção de ir de excursão. Fizemos as contas e no final sairia muito mais barato pegar avião, uber e airbnb do que fazer um bate e volta super cansativo de mais de 16 horas de viagem.

3. Vale a pena dormir no lugar ou passar a noite no aeroporto/rodoviária?

Atualmente, com toda a facilidade existente em alugar uma casa, um quarto e até um sofá na casa de alguém, eu certamente o aconselharia a fazer isso.

Mas você deve pensar no seu orçamento e se essa estadia vai pesar ou não no seu bolso. Se estiver indo com mais alguém, fica ainda mais tranquilo. Isso porque vocês podem dividir o preço da diária.

Se quiser levar uma mochila, tomar banho e trocar de roupa, o ideal é que tenha um local para ficar em seu destino. No show do Green Day, por exemplo, pegamos um voo bem cedo e às 8 horas da manhã já estávamos em São Paulo. Mas o show seria apenas às 10 horas da noite. Então, imagina ficar na fila desde essa hora? Com certeza ficaríamos exaustos.

Por isso, decidimos alugar um apartamento inteiro no airbnb bem próximo de onde seria o show. Assim, o uber até lá ficaria mais barato.

Para deixar mais barato ainda, pegamos uma versão chamada Uber Pool, em que você pode dividir o transporte com mais pessoas e, claro, a corrida sai mais em conta. E, por incrível que pareça, por ser um local bem próximo, acabamos nem dividindo o carro com ninguém.

Quando fomos para o show do David Gilmour, por exemplo, preferimos ir para um hotel próximo ao local do show. Mas isso vai variar de acordo com a sua pesquisa de preço também. Análise qual vale mais a pena e já marque tudo.

4. O que levo: mochila ou mala de mão?

Atualmente o que mais vemos as pessoas usando em aeroporto são as malas de mão. Elas são menores e fáceis de carregar, já que possuem rodinhas, muitas vezes que giram 360°. Eu ainda não tenho uma dessas, então, sempre viajo com uma mochila mesmo.

Mas, na hora de decidir com qual bolsa irá, se será mais fácil ir de mala de mão ou mochila, vale pensar nos meios de transporte que planeja pegar no local. Como fomos para São Paulo e lá não é um dos estados mais seguros do mundo, resolvemos não dar muita bandeira de que éramos de outro estado e isso foi mais um dos motivos para escolhermos ir de mochila mesmo. Principalmente porque para sair do aeroporto de Guarulhos, nós pegaríamos um ônibus e um metrô.

Então, vale colocar na balança e pensar qual dos dois, mochila ou mala de mão, seria mais confortável para essa viagem bate e volta.

Mas, ainda tem outra questão. Se você decidiu que talvez seja mais prático não dormir no local, por exemplo, dificilmente levará roupa para trocar, toalha de banho, essas coisas. Então, quanto menor for a bolsa que levar, melhor.

Ou até que nem leve mesmo. Vai que você é um super fã da banda e quer ficar na grade? Aí, meu amigo, o ideal é chegar cedo na fila e ficar por lá até os portões abrirem.

eta como tirar eta canadense visto eletronico

5. Vou de bolsa, mas o que levo para uma viagem bate e volta?

O primeiro ponto é analisar o seu objetivo em estar naquele destino. Se for para um evento mais formal, não se esqueça o seu look e acessórios. E, nesses casos ou você levará em um cabide mesmo com o plástico em volta ou terá que despachar em uma outra bagagem.

Fora isso, vale pensar na temperatura do local. Em São Paulo, por exemplo, temos – “popularmente dizendo” – as quatro estações do ano em um dia. Então, vale levar uma blusa de frio e uma calça e uma blusa reservas. Isso porque você já deve ir com uma calça jeans e uma blusa. Então, se for tomar banho ou se trocar por lá, fica mais fácil. Agora, se for dormir, é essencial que leve um pijama.

Vale observar bem qual local escolheu para passar à noite e pergunte tudo ao anfitrião (no caso do Airbnb). Até porque ninguém quer ter uma surpresa ao chegar na casa e descobrir, por exemplo, que não tem sabonete e nem toalha de banho. É, porque isso pode acontecer.

Além disso, vale levar itens de higiene pessoal, protetor solar, garrafinha de água, sua câmera fotográfica (caso seja um amante de fotografia ou faça vlogs como eu). E, claro, lembre-se de levar algumas comidas com você. Eu peguei várias balas para a viagem e adorei.

Confesso que fiquei até com medo de passar mal com tantas balas. E está aí mais uma coisa que não pode faltar em sua bolsa: remédio. Mesmo sendo uma viagem bate e volta é essencial que você esteja preparado. Algumas dores podemos até prever, como cólica menstrual e as dores nas costas e na cabeça (por causa de shows, por exemplo). Então, lembre-se de levar também.

6. Planeje com calma

Agora que você já decidiu tudo isso para a sua viagem bate e volta, chegou a hora de colocar a mão na massa e planejar cada detalhe. Para isso, seu melhor amigo da vida será o Tio Google. Nele você descobrirá a distância do aeroporto (ou rodoviária) do lugar que irá. Vale até observar o que tem por perto, como restaurantes, parques e shoppings. Mas, não se preocupe, caso bata aquela fome, vale pedir comida por aplicativos também.

Depois de comprar a passagem e descobrir onde ficará (ou não), planeje hora a hora do que fará para conseguir chegar ao aeroporto a tempo e até sobre qual transporte pegará para a casa. O que estiver mais concreto, tente sempre programar. Assim, você consegue se organizar melhor.

Se você adora programar tudo, vale fazer um planner para planejar melhor cada detalhe e fazer aquele checklist de viagem, hein?

Espero que você tenha curtido as dicas para uma viagem bate e volta de hoje e, claro, mande aí nos comentários para onde será sua próxima trip.

Abraços,

-Aninha Carvalho

No Comments Yet.

What do you think?

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *